Open top menu
quinta-feira, 16 de abril de 2009
O começo de tudo em Pesqueira seu crescimento.

Primeira casa de Pesqueira segundo os mais velhos moradores da cidade.


Praça da Rosa a alguns anos atràs.


Fábrica Peixe enorme pra sua época.Pesqueira foi um grande produtor de doces e derivados de tomate. A fábrica Peixe ainda existe até hoje, mas não mas aqui na cidade. Foi comprada pela Círio/Bom Bril.No seu apogeu industrial, nos anos 40/50/60, Pesqueira era a cidade mais desenvolvida da região, sendo mais ainda que Caruaru (hoje com + de 270.000 habitantes). Mais ou menos nessa época ganhou um Aeroporto de rota nacional, funcionando também como Aeroclube (um dos poucos do Norte e Nordeste na época). Hoje, não passa de aviário, ou seja, tem a pista, mas não se usa.Hoje Pesqueira tem em torno de 60.000 habitantes



Na época se fazia fila,para os caminhões entrerem na fábrica vindo da zona rual trazendo a materia prima que era o tomate.




Carro da Fábrica Peixe





Primeiro avião a pousar em Pesqueira.






Avião da Fábrica Peixe,muito legal essa foto.







Inauguração do Aeroclube Pesqueira.








Estação Ferroviária.









Ferrovia,recordar é viver.










Primeira Locomotiva a Chegar em Pesqueira.











Construção da Ferrovia












Estação Rodoviária sua inauguração,ainda hoje preservada!















Mais informações »
História


A origem de Pesqueira remete ao ano de 1800, quando o capitão-mor, Manoel José de Siqueira, recebeu umas terras localizadas ao pé da Serra do Ororubá. Nelas, o capitão construiu a sua casa, onde hoje é a sede da Câmara Municipal, e a igreja de Nossa Senhora dos Homens. Aos poucos, o pequeno lugarejo, chamado Fazenda do Poço Pesqueiro, começou a crescer em importância. A fazenda tinha uma estrutura audaciosa para a época e logo ficou conhecida, ganhando assim o título de sede do município de Cimbres. Somente em 1880 o lugarejo é elevado à categoria de cidade com o nome de Pesqueira. Administrativamente, o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados de Cimbres, Mimoso, Mutuca, Papagaio, Salobro, Ipanema, Cajueiro, Beira Mar, Capim de Planta e Cacimbão. Entre seus filhos, destacam-se nomes importantes para a história brasileira, como o Cardeal Arcoverde (1º cardeal da América Latina, que deu nome ao município pernambucano de Arcoverde), o Barão de Cimbres, o Barão de Vila Bela, o Conselheiro Paes Barreto e vários presidentes de províncias; em anos recentes, a figura mais ilustre de Pesqueira é o ex-secretário da Receita Federal, Everardo Maciel. Anualmente, no dia 20 de abril Pesqueira comemora a sua emancipação política. A padroeira da cidade é Santa Águida.
Mais informações »
Turismo


Pesqueira, a 215 km do Recife, reserva dezenas de atrações para quem a visita. São santuários católicos e indígenas, como o de Nossa Senhora das Graças, em Cimbres , além de reservas naturais com matas, trilhas e cachoeiras. O passeio pode ser iniciado pelas serras do município, onde é possível praticar esportes como o alpinismo. Para isso, uma boa alternativa é a Serra do Gavião, com 755 metros de altura, que no passado serviu de esconderijo para cangaceiros. Também há a Serra do Guarda, palco, em 1936, da aparição de Nossa Senhora das Graças. A santa apareceu, no ano de 1936, a duas crianças camponesas, quando pediu ao mundo para rezar o terço diariamente. Desde então, o local se transformou num dos principais santuários de Pernambuco, atraindo milhares de fiéis todos os anos. Outro atrativo é a Serra do Orubá, ocupada por 24 aldeias de índios Xucurus, onde pode-se encontrar lagos, açudes, cachoeiras e uma rampa natural de vôo livre, utilizada em campeonatos anuais de asa delta. É imperdível também um banho na Cachoeira do Vale das Cascatas, com uma queda de aproximadamente 6 metros de altura. Além disso, o visitante pode aproveitar o passeio nas trilhas da Serra de Minas, que tem um visual de plantas nativas, árvores centenárias, lagos e, para finalizar, um banho de bica e piscinas de águas naturais. Também existe a Trilha do Gavião, com um percurso de 15 Km de sertão árido que chega ao topo da montanha, antes habitado pelos índios Pataxós. No artesanato, a Renda Renascença é motivo de orgulho para os pesqueirenses.
Mais informações »
Carnaval


Reza a lenda que tochas sobrenaturais aparecem em cima de árvores, assustando os caçadores do município de Pesqueira. As assombrações ficaram conhecidas como caiporas, seres noturnos que pregam peças em caçadores e cães. Para "acalmar" os caiporas, colocavam-se fumo e cachaça nos troncos das árvores. Em 1962, João Justino criou o bloco carnavalesco Os Caiporas (foto acima), que transformou o que era assustador numa grande diversão. Homens, mulheres e crianças saem às ruas vestidos de terno e gravata com enormes sacos de estopa na cabeça. O bloco, que desfila à noite, animando os três dias de Momo, se transformou na marca do carnaval pesqueirense.
Mais informações »
terça-feira, 14 de abril de 2009
Reliquias de Pesqueira!







Seminário São José!








Igreja Mãe dos Homens.




















Antiga estação ferroviária da Pesqueira.
Prefeitura Municipal de Pesqueira.
Antigo Casarão da extinta Peixe,mas ainda continua bem concervada!
Por outro ângolo!
Chega da gosto de ver o passado bem vivo no presente.









Catedral
Catedral situada no centro de Pesqueira,na Praça Dom José Lopez.










Colègio Santa Dorotéia.
Mais informações »

Arquivo do blog